Última Marcha

Motos da Harley-Davidson ganham controle de tração e outras “modernidades”

Tecnologia nunca foi muito a vibe da Harley-Davidson. Me refiro a esses equipamentos hightech, sabe? Tipo controle de tração, modos de pilotagem e por aí vai. Tudo isso sempre pareceu moderno demais, também, para os fãs mais conservadores das motos norte-americanas.

Dentro desse dilema, já jogo minha opinião. Eu até gosto da pilotagem “old school” defendida pela Harley ( motor vibrando, conexão com a moto etc). Mas estilo e segurança podem rodar juntas, sim. Mesmo que você seja o melhor piloto do mundo, uma hora ou outra, a tecnologia pode salvar a sua pele. E isso, meu amigo, não tem preço.

Harley-Davidson do Brasil/ Outra Perspectiva

Como os tempos são outros e a Harley Davidson precisa construir uma nova legião de pilotos, ela mudou um pouco de direção e lançou o Reflex™ Defensive Rider System (RDRS). Esse pacote, disponível de série nas famílias Touring e CVO, inclui vários sistemas de assistência à pilotagem.

A lista de equipamentos começa com o controle de tração pra evitar que a roda ligada à transmissão gire mais do que o necessário, principalmente em pistas escorregadias, e faça você “perder a traseira”. Somam-se ao conjunto os freios ABS de curva com distribuição de força entre as rodas, 3 modos de pilotagem (Padrão, Chuva e Desligado), assistente de partida em rampa e monitoramento da pressão dos pneus. Em um Test Ride de quase 300 km, pelas bem cuidadas rodovias do estado de São Paulo, eu pude testar essas novidades e te falo uma coisa: elas deixam qualquer viagem mais agradável – melhor ainda se você estiver no comando de uma Road Glide Limited ou de uma Ultra Limited.

“Para 2020, a Harley-Davidson oferece aos motociclistas uma série de novos modelos, equipamentos e acessórios utilizando a nossa inigualável capacidade de combinar estilo, desempenho e tecnologia em produtos criados para elevar a experiência de motociclismo a um novo patamar”, disse Jeff Strunk, diretor do portfólio de produtos do consumidor da Harley-Davidson.

Como um vídeo fala mais do que mil palavras, confira todas as novidades nesse vídeo.

Testamos o controle de tração e outras novas tecnologias da Harley-Davidson

Nova ovelha negra na família

A Harley-Davidson aproveitou o evento para deixar jornalistas de todos os cantos do Brasil avaliarem a Low Rider S. Uma legítima Club Bike com fortes inspirações no life style californiano da década de 1980 e pilotagem agressiva. Além de um chassi Softail® mais moderno e da suspensão dianteira invertida, a moto conta com o motor Milwaukee-Eight® 114 de 16,1 kgfm de torque. Números suficientes pra te fazer sorrir em qualquer rotação ou velocidade. Precisou fazer uma ultrapassagem, é enrolar o cabo e partir pro abraço.

Nova Low Rider S – Harley-Davidson do Brasil/ Outra Perspectiva

Já falando de design, a Low Rider S tem guidão alto, carenagem sobre o farol de led, rodas em alumínio escurecidas, além de um banco baixo e individual. É pra quem gosta de curtir a liberdade sozinho mesmo. E se você inventar de arrumar um espaço para o garupa, não vai ficar legal. O brinquedo, já disponível para Test Ride nas concessionárias, pode ser seu por R$ 73.600.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sandro

Ridículas essas alterações. Se a pessoa não tem competência para estar em uma moto deveria não estar em uma e não a empresa favorecer quem não tem competência. Essas gerações de hoje que não conseguem frear nem um carro sem abs sem travar a roda está ferrando com a indústria de automóveis. Ainda bem que sempre teremos os carros e as motos de verdade para comprar mesmo que sejam usadas.

Bruno Batista Silva

Que bosta de comentário. Seu carro deve ser um Fusca então né…porque se tiver direção hidráulica já significa que você é barbeiro e não dá conta de manobrar o carro