Última Marcha

(Vídeo) Honda ADV 150: A porta de entrada para os aventureiros

O segmento dos scooters chegou ao Brasil em 1970, com Carina, Lambretta e a saudosa Vespa.  Porém, era difícil encontrar nas ruas os modelos criados na segunda guerra – febre nos Estados Unidos. Somente na década de 90, as pessoas entenderam a proposta e, de fato, abraçaram a ideia. 

Em 2009, a Honda trouxe a finada Lead, uma das melhores opções na época. Atualmente, as montadoras estão investindo pesado nesse setor. Só na marca japonesa, há cinco modelos à disposição … e para todos os gostos: Elite 125, PCX, SH150i, SH300i e o aventureiro X-ADV 750.

Mostrado primeiramente na Ásia e, depois, no Salão do Automóvel de São Paulo, em 2019, o Honda ADV 150 desembarca em solo Tupiniquim.

Claramente influenciado pelo estilo do irmão maior, o ADV é um scooter direcionado para quem carrega dentro de si, aquela vontade de explorar novos terrenos. Bonito isso, hein? Com a altura livre do solo de 165mm e os pneus de uso misto, será difícil manter o scooter apenas dentro da cidade.

A qualidade da suspensão também vai influenciar nessa decisão. Na dianteira, 130mm de curso e na traseira, um sistema duplo, com 120mm, e amortecedores com reservatório a gás.

A mecânica é a mesma do já conhecido PCX, um motor monocilíndrico de 149,3cm³. Ele rende até 13.2cv e 1,3 de torque a 5.000rpm – em conjunto com a transmissão automática do tipo CVT.

Nos quesitos design e tecnologias, o ADV tem chave presencial, iluminação Full LED, para-brisa ajustável, rodas aro 14″ na dianteira e 13″ na traseira, além de painel 100% digital – bastante completo, inclusive, com medidor de bateria.

Embaixo do banco, 27 litros de capacidade para guardar um capacete grande. Agora, um detalhe voltado a ajudar na economia de combustível: o Idling Stop, mais conhecido como Start&stop. O sistema desliga o motor em paradas curtas e volta a acioná-lo quando você puxa o acelerador. Tudo em questão de milésimos de segundos.

Custando R$ 17.490, o scooter chega em duas cores: vermelho e branco perolizado. O preço inclui três anos de garantia e sete trocas de óleo grátis. Vale lembrar que o modelo será produzido em Manaus, o primeiro local fora do Japão. Estamos com moral, hein?

Por enquanto, o nosso contato com o Honda ADV 150 foi apenas estático. As percepções visuais de design e a quantidade de equipamentos agradaram bastante. Caso queira pedir o ADV para o Papai Noel, as entregas estão previstas para o Natal. Capriche na cartinha!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.