Última Marcha

Caoa Chery Arrizo 5e chega ao Brasil custando R$ 159.990

O sedan 100% elétrico: Arrizo 5e

Fazer uma analogia com um futuro distante, quando se trata de carros elétricos, já é ultrapassado. Aos poucos, eles se tornaram realidade para nós. BMW i3, Jaguar I-Pace, Nissan Leaf, Renault Zoe e até a JAC, com uma lista grande de novidades eletrificadas, estão aproveitando a onda desse novo segmento.

Quem desembarca diretamente da China, dessa vez, é o primeiro sedan elétrico do país: o Caoa Chery Arrizo 5e. O carro será vendido por R$ 159.900, primeiramente para empresas – como as locadoras de veículos. Ao público geral, as entregas só começam em janeiro de 2020.

O que mais interessa ao novato público dos elétricos é a autonomia e a potência. O sedan tem um motor de 90kW, equivalente a 122 cavalos, com baterias com capacidade de carga de 53.3 kWh. Isso quer dizer que com uma carga completa, o Arrizo 5e pode andar até 322 km, de acordo com a montadora. O carregamento em um eletroposto (algo ainda raro no Brasil) demora cerca de uma hora. Caso utilize o (WallBox – vendido por cerca de R$ 8.500) instalado na sua casa, a espera passa para oito horas. Agora, se você usar a tomada convencional de três pinos, a carga completa pode demorar até vinte horas.

Motor elétrico de 90kW e 122 cavalos de potência.

Se estacionarmos o Arrizo 5, já comercializado por aqui por R$ 67.790, em sua versão 1.5 turbo flex de até 150 cavalos, ao lado do Arrizo 5e, a diferença fica por conta da grade dianteira com uma abertura para o carregador. Já na traseira, o destaque é a adição da letra ‘e’ ao lado do número 5, é claro. As dimensões são as mesmas e o porta-malas de 430 litros, também.
Por dentro, a tela de 10 polegadas, na vertical, reúne diversas informações do gerenciamento da bateria, controle do ar-condicionado, central multimídia e outras funções. A alavanca de câmbio também não existe. No lugar, um botão seletor bem moderno, ao lado do freio de estacionamento eletrônico, harmoniza o carro com a sua proposta,

A tela de 10 polegadas na vertical e o seletor das marchas são as novidades por dentro.

Impressões ao volante

Dirigir um carro elétrico é sempre uma experiência interessante. Difícil é escolher o mais legal. O torque imediato dos 28.1 kgfm ou o silêncio. Por falar em folga para os ouvidos, a Chery instalou um alerta sonoro externo para evitar atropelamentos, afinal o pedestre pode não escutar o carro se aproximando.

Na condução, o Arrizo 5e conta com três modos – Eco, Sport e Eco+. No primeiro, o sedã fica mais tranquilo, com aceleração comedida, afinal o intuito é economizar energia. No modo Sport, o comportamento é outro. Temos desempenho total com qualquer pisada no acelerador. O modo Eco+ serve pra economizar ao máximo a bateria e, assim, poder chegar em casa ou a um ponto de recarga, sem ter chamar um guincho.

Guiando cerca de 80 km, 50 deles no modo Sport a direção agradou. Boas acelerações com ultrapassagens rápidas e seguras. Os freios a disco nas quatro rodas também desempenham bem o papel. Agora, vamos pensar no pior. Caso aconteça algum acidente, você ainda pode contar com os controles de tração e estabilidade. Porém, é bom fazer um ‘Pai Nosso’, pois o Arrizo só conta com dois air-bags frontais. Nada nas cortinas e nas laterais.

Gostei do carro, e agora?

Fazendo novamente uma comparação entre as duas versões, se o modelo flex fizer 15 km/litro, o custo será de R$ 0,29 para cada km rodado. Já o Arrizo 5e, gasta apenas R$ 0,09 para a mesma distância. Ou seja, um custo 5 vezes menor. O bolso agradece.

As vendas começam esse ano em São Paulo. Em 2020, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba e Porto Alegre terão os modelos no showroom, além das concessionárias preparadas para fazer as manutenções. Tem mais um dado interessante: 75% das peças do Arrizo 5 e do Arrizo 5e são as mesmas, o que vai ajudar na redução dos valores.

O Arrizo 5e chega em apenas uma versão com 8 anos de garantia para a bateria e 3 anos, para o carro.

Assista nossa avaliação completa feita no lançamento do carro em São Paulo-SP.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
NotíciasVídeos

Comentários