Última Marcha

Scania entrega os primeiros caminhões movidos a gás no Brasil

O futuro chegou aos pesados. O Scania R 410 é o primeiro caminhão da marca movido a GNV (Gás Natural) ou biometano puro ou misturado. O caminhão foi o destaque da Fenatran (Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Carga) 2019.

As primeiras unidades foram vendidas na própria feira. Foram quatro modelos no total, dois R 410 6×2 para a RN Express e dois R 410 6×2 para a Jomed LOG. Os quatro serão usados pelas duas empresas paulistas no transporte de produtos da L’Oréal e Nespresso.

O motor do R 410 é o 12.7 litros, OC13 de ciclo otto. Esse propulsor gera 410 cv de potência e 204mkgf de torque entre 1.100 e 1.400 rpm. A Scania também oferta o R 410 6×2 com motor a gás natural liquefeito. O cambio é automatizado Opticruise de 12 marchas, mais duas super-reduzidas. O Scania R410 6×2 a gás tem uma autonomia de 500 km.

Em relação aos níveis de poluentes, tanto com GNC quanto o GNL, emitem cerca de 15% menos CO2 que a versão a diesel. Ao utilizar biometano, a redução pode chegar a 90%.

O Scania não divulga o preço do R 410 6×2 GNV, mas afirma custar cerca de 30% a mais que o R 410 a diesel. Seria por volta de R$ 650.000. Ao todo, 23 unidades já foram vendidas.

Veja nossa matéria sobre a FENATRAN 2019:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários