Última Marcha

REJUVENESCIDA! VW Kombi recebe motor 100% elétrico

Kombinationsfahrzeug. Esse é o nome completo da nossa querida Kombi. Essa palavra extensa quer dizer “veículo combinado” ou “veículo multiuso”, em alemão.

Carroceria é a mesma do VW Samba Bus, com teto solar

Os primeiros esboços da querida Kombi foram feitos em 1947 para em 1949, o modelo já começar a ser produzido. Os primeiros exemplares tinham carroceria do tipo monobloco, suspensão reforçada, para aguentar mais peso e motor 1.1 de 25 cavalos de potência refrigerado a ar.

Painel analógico com elementos digitais

Nos dias atuais, a onda mundial dentro do nosso segmento é a eletrificação dos carros, que cada dia é uma realidade maior. Pra quem sente falta da ‘Velha Senhora’, a Volkswagen iniciou as vendas de sua Kombi elétrica, baseada no modelo T1 Samba Bus 1961, agora, chamada de e-Bulli.

Motor com 83 cavalos de potência e 21,6 kgfm de torque

Se você é dono de uma Kombi e ficou empolgado com a notícia, há três caminhos de abandonar de vez os postos de combustíveis. O primeiro é comprar o kit conversão a partir de 45 mil euros, cerca de R$ 256.500. O conjunto inclui motor, bateria e os dois eixos mais modernos (traseiro e dianteiro). Pagando mais, 64.900 euros, a eClassics faz a instalação e te entrega o veículo pronto para rodar. Por fim, se você não quiser esquentar a cabeça com nada, pode comprar o e-Bulli restaurado e montado pela eClassics. Nesse caso, com várias outras atualizações, como amortecedores ajustáveis e freios a disco nas quatro rodas. Os valores, no entanto, não são informados no site.

A bateria pode ser recarregada até 80% em 40 minutos

As modificações incluem mudanças no interior, no eixo traseiro e a instalação do motor 100% elétrico com 83 cavalos de potência e 21,6 kgfm de torque. A velocidade máxima é de 130 km/h. A Kombi elétrica consegue percorrer até 200 km com uma recarga e sua bateria pode ser recarregada até 80% em 40 minutos, em postos de 50 kW.

Câmbio automático e interior claro deixam a Velha Senhora mais refinada

A Volkswagen pretendia apresentar o e-Bulli em um evento de veículos clássicos que ocorreria em março, em Essen, na Alemanha, mas o evento foi adiado por conta da pandemia global do coronavírus. A divulgação aconteceu pelas mídias sociais da montadora.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Notícias