Última Marcha

Mercedes-Benz lança chassi 100% elétrico para ônibus

O eO500U é o primeiro veículo comercial elétrico 100% desenvolvido pela Mercedes-Benz no País

Esqueça os barulhos e vibrações comuns em um ônibus urbano. Algo que incomoda bastante, ainda mais depois de um dia exaustivo de trabalho. A Mercedes-Benz acaba de lançar um chassi 100% elétrico, o eO500U. E um detalhe importante: projetado e produzido no Brasil. Mais especificamente em São Bernardo do Campo (SP).

Com 13,2 metros de comprimento e capacidade para até 87 passageiros, o veículo oferecerá 250 quilômetros de autonomia. A recarga leva, em média, 2 horas e meia. Duas unidades já foram montadas e uma delas está sendo exaustivamente testada por mais de meio milhão de quilômetros na Alemanha.

Nessa primeira etapa do lançamento, a Mercedes-Benz se limitou a passar apenas alguns dados técnicos e manteve segredo sobre os valores. Essa informação deve ser passada somente no final do segundo semestre. No entanto, esse custo pode ser até quatro vezes maior do que a versão movida a diesel.

Sobre os custos de manutenção, a montadora projeta um custo de até 50% mais baixo. Já em relação ao abastecimento, espera-se uma economia de 30%. Sempre levando em consideração os modelos diesel.

As baterias, também sem a tecnologia divulgada, serão montadas em seis packs, quatro na parte traseira do veículo e, outras duas, no teto. O conjunto, com vida útil de 15 anos, somado aos dois motores instalados nas roda traseiras e demais equipamentos, pesa cerca de 2 toneladas a mais do que o OM500 diesel (14.800 kg no total). Isso com carroceria e sistema de ar-condicionado instalados.

O início das venda está previsto para 2022, principalmente em capitais com incentivos para a mobilidade elétrica, como São Paulo. Até porque na ponta do lápis, financeiramente falando, ônibus elétrico ainda vale a pena.

Ficamos na torcida para que as empresas entendam os benefícios dessa revolução e invistam na ideia. Com a escala de produção, a ideia se tornará mais viável. O passageiro e o meio ambiente agradecem.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
jose roberto de oliveira

Afinal, o quê a MB vai continuar fazendo na fábrica em Juiz de Fora? Uma bela fábrica sem projetos, um desperdício de recursos públicos e para a Empresa .